VOLTA ÀS AULAS NA UNIFAE ACONTECE DE MODO REMOTO

0
238

Seguindo as recomendações das autoridades de Saúde e do governo do Estado de São Paulo, com o intuito de preservar a saúde dos estudantes, corpo docente e colaboradores, a UNIFAE retoma as aulas do segundo semestre, no dia 5 de agosto, ainda de forma remota. 

“Manteremos o ensino online até que os parâmetros estabelecidos pelos órgãos oficiais sejam atingidos, garantindo a total segurança para a volta do ensino presencial”, declara a reitora Profa. Dra. Maria Helena Cirne de Toledo. “Estamos firmemente empenhados na manutenção da qualidade de ensino que sempre nos distinguiu como Instituição, e nos sentimos especialmente orgulhosos pelo reconhecimento dos alunos. Eles perceberam a agilidade que tivemos para providenciar a infraestrutura necessária, bem como o empenho dos professores, que transformaram o desafio inicial numa jornada de conhecimento, empatia e solidariedade. Estou certa de que o segundo semestre será a continuidade desta experiência de acolhimento, criatividade e superação, que tem muito a nos ensinar.”

Palavra de especialista

Segundo o infectologista Dr. André Giglio, docente da UNIFAE e UNICAMP, esta é a decisão mais acertada diante do atual cenário da Covid-19. No Estado de São Paulo, o interior já ultrapassou percentualmente a capital em número de novos casos:  

“Vivemos um momento de expansão da doença no sentido capital-interior, sobretudo através das principais malhas rodoviárias. Enquanto ocorre uma certa estabilização nas cidades maiores, a doença vem aumentando nas menores.  O fato é que temos transmissão ativa em todo o estado e, ao menos este ano, não teremos uma vacina disponível. Então, os cuidados têm de ser redobrados quanto à retomada das atividades de maior risco, como é o caso das aulas presenciais, que acontecem em ambientes fechados.”

O especialista reforça que é preciso evitar ao máximo situações de aglomeração, que é o fator de maior risco para a transmissão da Covid-19. “Tudo que for possível fazer de modo remoto é mais seguro. Sabemos que permanecer por mais de quinze minutos num ambiente fechado aumenta muito as chances de contaminação. Neste momento de transmissão ainda muito intensa, não vale a pena correr este risco. As aulas teóricas online têm se mostrado a melhor indicação para o momento.”

CAMPANHA 

Reconhecendo a complexidade da situação, que exige dos jovens um comportamento contrário à natureza desta etapa da vida, a UNIFAE está lançando a campanha “Use máscara, mas não deixe de sorrir”. 

“Sabemos que esta é uma situação especialmente difícil para os nossos estudantes, que estão sofrendo com as limitações impostas pelo isolamento, pois baseiam grande parte de suas vidas nos encontros sociais, festas e reuniões com os amigos.”, declara a Profa. Dra. Betânia Dell’Agli, docente do curso de Psicologia da UNIFAE. “No entanto, é preciso que mantenham o entusiasmo, sabendo que se trata de uma situação que não vai durar para sempre. Ao mesmo tempo, devem encarar este momento como uma etapa de amadurecimento, pois estão aprendendo a cuidar da própria vida e a preservar a saúde dos pais e pessoas idosas de seu convívio.”