Sanjoanense é nomeado por Sérgio Moro membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária

313
- Publicidade -
- Oferecimento -

O Ministro da Justiça Sérgio Moro nomeou o sanjoanense Dr. Paulo Eduardo de Almeida Sorci, como membro efetivo do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP).

O Juiz é filho do saudoso médico Dr. Paulo Sorci e de Kika de Almeida Sorci, e atua no Fórum da Barra Funda. O CNPCP existe desde junho de 1980 no Brasil e é responsável por propor diretrizes da política criminal, tanto em termos de prevenção quanto de administração da Justiça criminal e execução das penas e medidas de segurança.

Ocolegiado também colabora com a elaboração de planos nacionais de desenvolvimento, sugerindo metas e prioridades da política criminal e penitenciária.

O CNPCP é integrado por 13 membros titulares e 13 suplentes, nomeados pelo Ministro de Estado da Justiça. O mandato dos conselheiros é de dois anos e pode ser renovado. Todos os anos, um terço do Conselho é renovado, com a posse de novos membros.

O colegiado se reúne uma vez por mês em Brasília e a atividade não é remunerada. Na foto, o Juiz Paulo Sorci. Na segunda foto, por ocasião, na inauguração da Unidade de Saúde Dr. Paulo Sorci, seu pai, no Bairro do Pedregulho em dezembro de 2018.

- Oferecimento -