Reitor da UNIFAE recebe novo provedor da Santa Casa e confirma mais apoio

0
553
Oferecimento: Academia iFitiness

O reitor da UNIFAE, Prof. Dr. Francisco Arten, recebeu, na manhã desta sexta-feira (29), o novo provedor da Santa Casa Dona Carolina Malheiros, Marcio Franciolli. Na oportunidade, assinaram novo aditivo ao contrato de Internato do curso de Medicina.

“A UNIFAE mantém a parceria para o Internato possibilitando mais renda para a Santa Casa, como já vínhamos fazendo nos últimos anos”, destacou o reitor. Arten aproveitou para desejar sucesso ao novo gestor, colocando a UNIFAE à disposição para o que for necessário.

Arten também aproveitou para fazer esclarecimentos sobre o convênio firmado em 2018 para que a UNIFAE administrasse a Santa Casa. “De fato, este acordo durou muito pouco. Quando o prefeito mudou o administrador indicado pela UNIFAE, e o novo administrador mudou o contador também indicado por nós, entendemos que a parceria não existia mais. No entanto, a UNIFAE seguiu colaborando de todas as formas possíveis. Lamentamos que a parceria para administrar o hospital não tenha dado certo, pois gostaríamos de ter participado mais, mas nem por isso deixamos de contribuir”, ressaltou o reitor.

Nos últimos anos, a UNIFAE realizou inúmeros investimentos na Santa Casa Dona Carolina Malheiros, entre eles:

– Aquisição de carrinho de anestesia para o Centro Cirúrgico;

– Reforma física do Setor de Urgência e Emergência, com a compra de dois respiradores e três monitores;

– Pagamento de dois médicos clínicos para cumprir jornada de 12 horas na Enfermaria;

– Pagamento de 50% do plantão de Pediatria e Ginecologia;

– Pagamento de 50% do plantão de 12 horas diárias na urgência e emergência;

– Auxílio na estruturação do CCIH – Comissão pelo Controle de Infecção Hospitalar, com a contratação do renomado médico, Dr. André Giglio;

– Estruturação da Sala de Emergência da Enfermaria, com desfibrilador e monitor cardíaco;

– Auxílio na coordenação da UTI, com pagamento dos médicos responsáveis;

– Compra e instalação de divisórias para separar a Ala Covid-19;

– Diversos repasses em dinheiro, direta e indiretamente, que já somam mais de R$ 10 milhões.