Prefeitura de Aguaí recebe relatório de mapeamento produzido pelo IPT, para auxiliar Defesa Civil

0
61

Aguaí implantou em 2019 sua Defesa Civil, bem como constituiu a Comissão Municipal de Defesa Civil (COMDEC), com isso a Prefeitura recebeu nessa semana do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Casa Militar, um Relatório de Mapeamento de áreas de alto risco, a respeito de deslizamentos e inundações.

O documento apresenta um amplo relatório com apontamento dos resultados do mapeamento realizado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo – IPT, por meio da Seção de Investigações, Riscos e Desastres Naturais – Sirden, do Centro de Tecnologias Geoambientais – CTGeo , sem quaisquer custos para o Município. O mapeamento utilizou a metodologia desenvolvida pelo IPT para o Ministério das Cidades e adotada em todo o país.

Os trabalhos de campo foram executados pela equipe técnica do IPT e participaram do processo o secretário de Segurança Pública, Defesa Social e Patrimonial, Osvaldo Vergílio Júnior; o coordenador municipal de Defesa Civil e comandante da Guarda Civil Municipal, Agnaldo Leandro Romualdo; e o gerente técnico e GCM Anderson Rodrigo Marques Moura.

O município já tinha um Plano Diretor de Macrodrenagem e o relatório do IPT vem complementar o diagnóstico de drenagem de Aguaí. A Prefeitura inclusive já realizou travessia e parte da canalização de um dos pontos citados, que é o Córrego Maria Júlia, e solicitou a conclusão da obra para o Governo Estadual por meio do Programa FeHidro.

“ O mapeamento permitirá uma série de medidas, ações, planos e projetos para o Poder Público atuar junto aos problemas encontrados, sendo realizado por um órgão internacionalmente reconhecido, que é o        IPT”, destacou o prefeito Alexandre de Araújo.