Fanfarra Municipal vira caso de Polícia em Águas da Prata

0
240
Oferecimento: Academia iFitiness

A prefeitura de Águas da Prata registrou um Boletim de Ocorrência por
causa de atos de vandalismo praticados no depósito onde ficam guardados
os instrumentos da Fanfarra Municipal.

Na noite desta quinta, 08, algumas fotos de instrumentos danificados, e
que estão trancados dentro de um depósito no prédio da rodoviária da
cidade, foram postadas em uma rede social conhecida como FALA PRATA
insinuando que a prefeitura estaria negligenciando os cuidados com os
equipamentos.

“Isso é um absurdo. Reformamos todos os instrumentos não tem nem um ano.
Algumas pessoas até colaboraram doando materiais.

Deixamos a fanfarra ‘um show’. Muita gente se empenhou nisso. Que
covardia é essa? ” Questiona Rafael Dezena, chefe de gabinete da
prefeitura.

O Boletim de Ocorrência foi registrado na manhã desta sexta, 09. A
prefeitura acredita que há motivações políticas para a depredação, já
que estamos às vésperas da eleição o que teria motivado as fotos e a
repercussão em redes sociais.

“Havia uns pousos instrumentos lá que precisavam ter os couros trocados.
Não fizemos isso por uma questão de inteligência. Por causa da pandemia,
não temos previsão de quando a fanfarra voltará a tocar. Não tem porque
fazer essas substituições agora, mas não havia tanto instrumento
precisando de reparo assim não. Destruíram muita coisa deliberadamente.
É revoltante o que fizeram”, concluiu Rafael.

Não há sinais de arrombamento no local e os danos causados à maioria dos
instrumentos parecem recentes.

No documento, foi incluída uma observação importante, já que funcionário
público e vereador “Zé do Doca” foi quem teria tido acesso às imagens e
feito a publicação:

“Causa ainda grande estranheza o fato dessas fotos estarem de posse de
José Oliveira que é vereador no município e não tem autorização de
acesso ao local, e como funcionário público deveria notificar o fato à
prefeitura e não pulicar o ocorrido em rede social”.

A Polícia agora deve ouvir os funcionários que tinham cópia da chave da
porta que dá acesso aos instrumentos para dar sequência às
investigações.

Prefeitura de Águas da Prata.