quarta-feira, janeiro 27, 2021

Claudinei Damalio pode ser cassado após denúncia de repórter

Destaques

Diretor de esportes contata estúdios e academias para conscientização sobre Plano SP

O diretor de esportes da Prefeitura de São João da Boa Vista, Marcelo Siqueira, tem entrado em contato com...

Feira do Pratinha muda de endereço

O Departamento de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento da Prefeitura de São João da Boa Vista comunica que, a...

Teresinha é empossada como presidente da Junta Militar

Autoridades do Exército Brasileiro deram posse, na tarde de quarta-feira (20), à prefeita Teresinha como presidente da Junta de...
Rafael Arcuri
Rafael Arcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2011. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.
- Publicidade -


Na sessão da Câmara Municipal de São João da Boa Vista desta semana, que aconteceu no dia 7, o repórter José Urias de Barros Filho, conhecido como Carioca, pediu a cassação do vereador Claudinei Damalio.

Carioca alega estar sendo perseguido pelo vereador após ter publicado um vídeo falando que Claudinei e outros vereadores não possuem projetos que beneficiem a cidade. Além da solicitação feita na tribuna, o repórter ingressou com pedido de instauração de inquérito policial na Polícia Civil contra o vereador e irá protocolá-lo na Câmara Municipal, o que pode fazer o caso ir para a Comissão de Ética do Legislativo e, posteriormente, culminar até mesmo na cassação.

O caso
Depois do vídeo publicado pelo repórter policial, em que o mesmo aponta problemas na cidade e diz que alguns vereadores, entre eles Claudinei Damalio, não possuem projetos para a cidade, Carioca diz ser perseguido pelo edil e também pelo ex-vereador Leonildes Chaves Junior (PHS), que tentavam retirar o Título de Cidadão sanjoanense que será entregue ao repórter. Segundo Carioca, os vereadores buscavam saber até mesmo sobre um possível contrato feito pela Prefeitura de São João com a página do repórter do Facebook e se Carioca possuía algum protesto por falta de pagamento.

O auge desta perseguição, ocorreu quando Claudinei e Chaves procuraram uma mulher que dizia saber sobre o passado do repórter. Um áudio de 20 minutos em que o edil e o ex-vereador interrogam a denunciante acabou sendo vazado pelo WhatsApp, mesmo com ela pedindo para não ser exposta por conta das denúncias. No áudio, a mulher acusa Carioca de diversos crimes que teriam sido cometidos por ele há anos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Departamento de Segurança e Trânsito realiza cadastro de estacionamento gratuito aos idosos acima de 70 anos

Recentemente, a Câmara Municipal de São João da Boa Vista aprovou à Lei nº 4.757/2020, que trata da gratuidade...
- Publicidade -

Posts Relacionados

- Publicidade -