sexta-feira, janeiro 22, 2021

Cidade das Artes, na antiga Ceagesp, está quase pronta para atender à população

Destaques

Em São João da Boa Vista homem é preso com revolver calibre 38

Nesta terça-feira (19), próximo ao cemitério de São João da Boa Vista uma Equipe de Força Tática, durante ação...

São João da Boa Vista está pronta para receber vacinas da Covid-19

O Departamento de Saúde da Prefeitura de São João da Boa Vista informa que sua equipe está totalmente preparada,...

Vistoria avaliou alternativas para trecho da Ciclovia entre São João da Boa Vista e Águas da Prata

A concessionária ferroviária VLI realizou uma visita técnica no trecho da malha ferroviária entre São João da Boa Vista...
Rafael Arcuri
Rafael Arcurihttps://facebook.com/orafaelarcuri
Rafael trabalha na redação do Fala São João desde sua fundação em 2011. Nos anos seguintes, ele liderou o setor de marketing da empresa e publicou mais de 4.000 artigos — um mix de notícias de última hora, notícias policiais, notícias políticas e muito mais.
- Publicidade -


A Prefeitura de São João da Boa Vista está perto de entregar parte das obras do Parque Urbano Municipal Espaço Jovem Osmar Garcia, nas antigas instalações da Ceagesp, no bairro São Benedito. Uma das novidades do complexo cultural é o moderno Teatro Cidade das Artes, com capacidade para 230 espectadores.

Além do teatro, a estrutura engloba um cinema para 70 pessoas, a sede do Departamento de Cultura, a Biblioteca Municipal Jaçanã Altair, uma sala de múltiplo uso para ensaios e atividades, assim como outros repartimentos para exposições.

Dedicado a apresentações de espetáculos, shows musicais, palestras, entre outros eventos, o novo teatro é o espaço na área do conglomerado mais aguardado pela população. De acordo com o projeto arquitetônico, desenvolvido pela engenheira municipal Dulcyneia Paiva de Medeiros Lima, somente a extensão do teatro é de 559,00 m²

O prédio, com dois pavimentos, ocupa a antiga tulha da Ceagesp. Na parte superior, a estrutura agrega palco, camarins, assentos confortáveis para a plateia, coxia (lugar onde os artistas aguardam a entrada) e sala exclusiva para operação de som e iluminação.

Já a parte inferior da edificação está sendo preparada para se tornar uma sala de cinema com capacidade de acomodação para 70 pessoas. Em ambas as repartições, há sanitários que respeitam a normas de acessibilidade.

“Essa sala de cinema é para um segundo momento, mais para o final de 2020. Por isso que a gente precisa de um tempo para deixar pronto antes de inaugurar. O Departamento de Cultura, a gente quer vir para cá até o final de outubro”, explica o diretor responsável, Hélio Corrêa Fonseca Filho.

Estrutura dos galpões
Todo o complexo de galpões reúne 4.296 m² de área reformada e adaptada. As intervenções incluíram troca de telhados, restauração de portas e janelas, construção de banheiros, depósitos e setor administrativo.

A ideia da administração é de que o galpão definido como número 1 seja utilizado como sala de múltiplo uso para atividades diárias desenvolvidas pelos Departamentos de Cultura, Educação, Assistência Social, Esportes, entre outros setores da Prefeitura.

Quanto à sede do Departamento de Cultura, o galpão 2 é local que irá abrigar toda a estrutura administrativa, que, atualmente, está na Estação das Artes João Roberto (Beto) Simões, no bairro Rosário.

No galpão 3, já se encontra parte do acervo da unidade 1 da Biblioteca Municipal Jaçanã Altair.

“Por que unidade 1? É porque no começo do ano que vem nós vamos entregar as obras do Centro Cultural Pagu, da rua Benedito Araújo. Lá, na parte central da cidade, vai ser a unidade 2 da biblioteca para empréstimo de livros, leitura de jornais e revistas. Todo o acervo de documentos do Arquivo Municipal [Matilde Rezende Salomão] também ficará no Centro Cultural Pagu”, assegura Hélio Fonseca.

Assim como na Estação das Artes, inaugurada em maio deste ano, a população também poderá utilizar o Parque Urbano Municipal da mesma forma.

“Aos poucos a gente vai equipar, mudar e deixar tudo em ordem. Eu acho que representa um grande legado que o prefeito Vanderlei deixa para São João”, destaca o diretor de Cultura.

Recursos do FID
Para tornar viável o empreendimento foram necessários recursos do Fundo de Interesses Difusos (FID) da Secretaria da Justiça e Cidadania. Em 2013, o prefeito Vanderlei Borges de Carvalho criou o Escritório de Projetos da Prefeitura para captar os recursos.

Osmar Garcia
O ex-professor, vereador e diretor de Esportes Osmar Garcia é quem dá nome ao Parque Urbano Municipal Espaço Jovem. O homenageado atuou por mais de dez anos na coordenação do Projeto Alpha, voltado à promoção de ações de valorização e inclusão de crianças e jovens na arte e cultura.

Como diretor de Esportes, foi destaque como chefe do Comitê Organizador dos Jogos Regionais de 1992, realizados em São João da Boa Vista. Osmar Garcia morreu aos 62 anos, em 8 de junho de 2012.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Policial Militar sofre tentativa de homicídio durante ocorrência em São João da Boa Vista

Na tarde do dia 16 de janeiro (sábado), uma equipe foi direcionada ao bairro Nova São João, em uma...
- Publicidade -

Posts Relacionados

- Publicidade -