Caso Ana Lívia, mãe também será investigada por homicídio

4396
- Publicidade -
- Oferecimento -

A Polícia Civil de Poços de Caldas instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte da pequena Ana Lívia Lopes da Silva, de 3 anos. Ela foi espancada até a morte pelo padrasto, o cabeleireiro Christhopher Anthony Tavares Coelho, de 27 anos. Além de maus tratos, a polícia vai investigar também suspeitas de abuso sexual contra a menina.

Casal vai responder por homicídio e feminicídio e a pena pode chegar até 30 anos de prisão

Ana Lívia deu entrada na Santa Casa de Poços de Caldas, na noite desta quinta-feira, em estado gravíssimo decorrente das agressões sofridas, que resultaram em traumatismo craniano. Devido à gravidade dos ferimentos, ela não resistiu e morreu na madrugada desta sexta-feira, 15.

Nesta manhã, a delegada titular da Delegacia de Apoio da Polícia Civil, Maria Cecília Gomes Flora, falou com a imprensa sobre as medidas que estão sendo tomadas, a partir da morte da criança. De acordo com ela, o padrasto e a mãe da menina, Letícia Lopes Fonseca, que completou 19 anos hoje, vão responder pelo crime de homicídio e feminicídio, pois a legislação prevê este tipo de agravante para o caso de violência doméstica. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão.

Segundo a delegada, a mãe vai responder pelo mesmo crime, já que ela poderia ter socorrido a menina e evitado as agressões, mas, mesmo depois de ter presenciado o espancamento da filha durante dois dias (quarta e quinta-feira) pelo companheiro, a mãe não tomou nenhuma iniciativa em defesa da criança, mesmo quando viu a menina vomitando e urinando sangue após as agressões.

Delegada vai acompanhar a apuração feita pelo Conselho Tutelar

“No depoimento na delegacia, Letícia contou que, por voltaas 08h30 de quinta-feira, ela se deparou com o padrasto colocando a criança debaixo do chuveiro com água fria e que a criança já estava bastante machucada. A criança ainda estava consciente, mas a mãe verificou que a Ana Lívia havia vomitado e urinado sangue e, mesmo diante deste estado clínico, ela não acionou o socorro. Em momento algum, Letícia procurou um médico ou atendimento para a criança e, somente às 17h, ela resolveu chamar a sogra, que verificou que o estado de saúde da criança era grave, levando a menina para o Hospital Margarita Morales, ” contou a delegada.

Abuso sexual

As investigações vão apurar também se a criança sofria abuso sexual, uma vez que o médico legista detectou lesões antigas na região anal da criança. “Nós estamos aguardando a conclusão do laudo pelo IML, pois foi adiantado pelo médico legista para o delegado plantonista que havia algumas lesões antigas e, para se configurar um eventual estupro de vulnerável, a investigação também vai prosseguir para verificar estes fatos anteriores que possam ser passíveis de punição”, adiantou a delegada.

Com o andamento da investigação, a Polícia Civil também quer saber do Conselho Tutelar o que foi apurado pelo órgão de defesa à criança, após denúncia de maus tratos feita pela coordenadora da creche onde a criança estudava.

Denúncia de maus tratos

A conselheira Irene de Cássia Cavalcanti, que atendeu a denúncia na época, contou que, no dia 22 de maio deste ano, uma conselheira foi até a creche e constatou que havia uma lesão na orelha da menina. A conselheira foi até a casa da criança e conversou com a mãe, que disse que o padrasto havia dado um corretivo em Ana Lívia e que isso não voltaria a acontecer. “O casal foi convocado a comparecer no Conselho Tutelar já no dia seguinte e orientado a respeito da agressão. Como não havia antecedentes daquela família, foi feito um encaminhamento para que eles fossem acompanhados por uma equipe do CREAS”, informou Irene.

Ainda de acordo com a conselheira, existe um trâmite entre o encaminhamento até que a família seja chamada para o acompanhamento no Centro de Referência Especializado em Assistência Social. No caso, o agendamento da família seria feito nesta semana. O sepultamento de Ana Lívia será às 17h desta sexta-feira, no Cemitério da Saudade.

Fonte: Poços.com

- Oferecimento -