ACE reinaugura auditório e homenageia ex-presidente Olympio Guilherme Cabral

100
- Publicidade -
Na noite desta segunda-feira, 11, a Associação Comercial e Empresarial reinaugurou o auditório. Após a reforma de aproximadamente 5 meses, o espaço recebeu o nome do ex-presidente Olympio Guilherme Cabral, empresário atuante na cidade e um dos idealizadores da construção do prédio da Associação iniciada em 1991.
A cerimônia aconteceu dentro da reunião Conselho Deliberativo, comandada pelo presidente Cândido Alex Pandini que discursou sobre as conquistas da Associação neste ano e em seguida convidou a todos para conhecer as novas instalações e prestar a homenagem ao ex-presidente Olympio.

- Oferecimento -

“A iniciativa partiu da nossa própria diretoria em homenagem a essa pessoa  tão importante. O senhor Olympio teve grande responsabilidade para que a ACE se tornasse o que é hoje, e isso é uma das formas de agradecer a ele por todo esse trabalho”, ressaltou o presidente, Cândido Alex Pandini.

Olympio Guilherme Cabral atualmente é presidente do Conselho Fiscal da ACE e se sentiu muito feliz com a homenagem. “Eu fiz da ACE minha segunda casa, são 40 anos que eu estou aqui. E na época que eu cheguei, a Associação tinha um prédio muito velho que não tinha como reformar, então decidimos demolir o antigo prédio e aproveitar o terreno. Conseguimos construir esse edifício que será para vida toda. E afirmo que não fiz esse trabalho para ganhar nada, eu fiz porque gosto e tenho isso aqui como residência” afirmou Olympio.

Sobre o homenageado
Olympio Guilherme Cabral, de 84 anos, é natural de São João e foi proprietário do Gran Beto Hotel, hoje desativado. Reconhecido por seu trabalho voluntário desenvolvido em diversas entidades locais, ele já ocupou vários cargos na Associação Comercial, chegando à presidente, com mandato cumprido entre os anos de 1997 e 2003. Foi uma das pessoas responsáveis pela construção da sede da Associação. Atualmente é presidente do Conselho Fiscal da ACE.

História e construção do prédio
Em 1972, durante a segunda administração de César Elias Salomão, a antiga casa onde funcionava a sede da ACI foi comprada, desejo este de todos os presidentes eleitos. Como diretor de patrimônio de 1979 a 1997, Olympio Guilherme Cabral teve papel importante na construção da nova sede, em 1992, no mandato do presidente Rudah Pirajá Filho, em decisão unânime da diretoria da época. A meta era bastante ousada: construir um prédio moderno, sem recursos financeiros e com o compromisso de não aumentar as mensalidades dos sócios. O prédio foi feito e as 12 salas comerciais vendidas. Com a venda, foi viabilizada a construção a preço de custo.

- Oferecimento -